quarta-feira, 8 de setembro de 2010

Não temos razão de reclamar??

Por: Sandro Azevedo*

Salve Alvicelestes,


A torcida avaiana passou um feriado meio amargo, já são cinco jogos sem vitória e queda livre na tabela de classificação, sem contar a sorte do rival, que levou um sufoco do azulão e achou um gol no contra ataque, eu mereço. Se não bastasse a situação que o time atravessa, o difícil é ter que ouvir de dirigentes dizendo que está tudo bem, jogadores como o Batista que numa entrevista falou “não sei o que eles estão reclamando”, alguns blogueiros muito agraciados pela diretoria, afirmam que a nação azurra reclama demais, que devemos valorizar o crescimento do time, a projeção nacional e internacional, e blá..blá...blá...tentando apagar o incêndio ainda controlável que se espalhou pela Ressacada.

Com exceção da cervejinha com os amigos e o bom papo, alguns jogos são sacrificantes e ainda preciso engolir certas pessoas torcendo a cara porque a torcida está criticando! Quantos torcedores abdicaram do convívio com a família, de curtir momentos únicos com seus filhos para comparecer na Ressacada e torcer pelo seu time de coração? Infelizmente, esta paixão incondicional do torcedor não permite que os mesmos simplesmente virem às costas e deixem o estádio vazio, pois é isso que a diretoria merecia em resposta as suas atitudes inconseqüentes.

Ora, vou citar alguns motivos da minha indignação e acredito que devam refletir o que muitos torcedores estão passando neste ano de 2010. Pagamos o preço de ingressos avulsos e sócios dos mais caros do país; nossa diretoria resolveu elitizar seus torcedores ou seriam apenas consumidores?; Preciso sair de casa 2 horas antes do jogo e algumas vezes chego no estádio com a partida em andamento (não vou de ônibus cheio de mordomia, com escolta da PM); Assisto alguns jogos que beiram a mediocridade, com jogadores as vezes nem tão profissionais correndo com a bola, como se estivessem realizando um trabalho forçado ( tem ainda os torcedores que ficam nas descobertas, muitas vezes debaixo de chuva); No fim ainda precisamos enfrentar no mínimo mais 2 horas de trânsito para chegar em casa.

O presidente Zunino sempre ficará na história por suas conquistas de forma positiva, contudo, a sua inércia em tomar decisões mais contundentes neste momento, poderá inscrever seu nome na história de forma negativa, como o presidente que encerrou o casamento perfeito entre Guerreiros e camisa 12. Além disso, pode se tornar o presidente que fez o Leão ter uma campanha meteórica na elite, melhor catarinense num ano e rebaixado no outro. Apesar da mágoa, a torcida continuará unida em prol de um único objetivo, a mantença do Avaí na série A, pois caso contrário vamos virar o São Caetano do sul da ilha.

Um abraço.


*Sandro Azevedo é advogado, sócio e torcedor do Avaí. Jogador muito amador, mas sempre leal do time Traíras. Também conhecido pelo pseudônimo Coelho, foi convidado especial para assistir (na torcida do time da casa) de corpo presente Chororo 1 x 7 tricolor, uma noite inesquecível.

Obs: O artigo não reflete, necessariamente, a opinião do Blog da Chuleta Avaiana.

Siga a Chuleta Avaiana no twitter (@chuletaavaiana)

Cadastre-se como seguidor do Blog da Chuleta! Clique no botão "Seguir", na coluna a direita do Blog...em breve, promoções exclusivas para seguidores do Blog da Chuleta.

4 comentários:

boleirossc disse...

Estou passando aqui e deixando um abraço, também queria pedir o apoio de todos vocês visitantes e blogueiros para contribuir com o blog www.boleiros.blogspot.com
Seja enviando alguma coisa para publicação, divulgação ou até mesmo para conhecer e opinar sobre os assuntos abordados pelo blog.
Muito obrigado e aguardo uma visita de vocês.

GiSevero disse...

É incrível como os 'cabeças' teimam em fingir que nada acontece...
Já não bastasse o presidente Zunino afirmar no tal jantar de aniversário para 300, que ali estava a 'verdadeira' torcida avaiana, agora estão nos tirando pra bobos da corte!
Será que vamos precisar de uma desgraça pra entenderem nosso português muito claro???????
A minha paciência - que já é bem pouca - está no limite e se eu tivesse saco ele estaria lotado!

Amanhã é o 'dead line'! Depois disso vou partir pra verborragia explícita que AVAÍ e Zunino vão ter que trocar de e-mail de tanto que eu vou incomodar...
porque a minha parte tá feita. Sou associada e adimplente, não é só isso que interessa a eles???

Mane disse...

Não bastasse a falta de garra do time e a sorte dos adversários, agora a policia resolveu complicar de vez o acesso e nossa movimentação. O Sul da Ilha precisa de reforço policial, mas todo efetivo é usado para proteger torcedor adversário que buscam o confronto. Em qualquer lugar ha proteção ao adversário, mas jamais é permitido o adversário partir para o confronto e ter apoio policial. Ontem ao ler comentários sobre a ação policial, dentro e fora do campo, pude constatar, vários cliente do Imperatriz faziam o contorno irregular sem serem importunados por qualquer policial, até porque ao longo da via não havia sequer uma viatura. Porem, na Diomicio Freitas por volta das 19 horas parecia que havia jogos do Avaí, mais de 1 mil carros de deslocavam do Aeroporto para o Ribeirão da Ilha. Total falta de capacidade de saber que essa multidão esta burlando a orientação feita por um policial na rotula e varias viaturas estacionadas ao longo da rodovia. Enquanto varias viaturas ficam estacionadas assistindo a tudo sem fazer nada e gastando nosso combustível ( exceto nos dias de jogos para multar) vários supermercados do Campeche e Sul da Ilha são assaltados. Não é só os jogadores Avaianos que precisar respeitar seu torcedor, mas também precisamos de uma ação conjunta para resolver outros problemas.

Mane disse...

Não bastasse a falta de garra do time e a sorte dos adversários, agora a policia resolveu complicar de vez o acesso e nossa movimentação. O Sul da Ilha precisa de reforço policial, mas todo efetivo é usado para proteger torcedor adversário que buscam o confronto. Em qualquer lugar ha proteção ao adversário, mas jamais é permitido o adversário partir para o confronto e ter apoio policial. Ontem ao ler comentários sobre a ação policial, dentro e fora do campo, pude constatar, vários cliente do Imperatriz faziam o contorno irregular sem serem importunados por qualquer policial, até porque ao longo da via não havia sequer uma viatura. Porem, na Diomicio Freitas por volta das 19 horas parecia que havia jogos do Avaí, mais de 1 mil carros de deslocavam do Aeroporto para o Ribeirão da Ilha. Total falta de capacidade de saber que essa multidão esta burlando a orientação feita por um policial na rotula e varias viaturas estacionadas ao longo da rodovia. Enquanto varias viaturas ficam estacionadas assistindo a tudo sem fazer nada e gastando nosso combustível ( exceto nos dias de jogos para multar) vários supermercados do Campeche e Sul da Ilha são assaltados. Não é só os jogadores Avaianos que precisar respeitar seu torcedor, mas também precisamos de uma ação conjunta para resolver outros problemas.