quarta-feira, 30 de março de 2011

Hoje tem !

E a novela continua ! Segundo informações veiculadas no Diário Catarinense nesta terça-feira (29), o Departamento de Infraestrutura (Deinfra) está acelerando os procedimentos para conseguir a liberação de R$5 milhões destinados à duplicação da Avenida Diomício Freitas, entre o Trevo da Seta e o Estádio da Ressacada, no Sul da Ilha de Santa Catarina.

A entidade corre o risco de perder a verba do governo Federal (é mole, ou qués mais?) e pedirá ao Ministério das Cidades para relevar a cláusula suspensiva, que impede a realização do contrato após 27 de abril. O diretor de Planejamento e Projetos do Deinfra, William Ernst Wojcikiewicz, argumenta que a demora não é responsabilidade apenas do órgão estadual. A Caixa Econômica Federal teria pedido um prazo maior para fazer a análise dos projetos, embora tenha sido entregue no final do ano passado.

Vamos aguardar os próximos capítulos. Menos mal que o início da partida não coincidirá com o horário do rush, mas prepara o bico da patroa !

Segundo informa o Comando do Batalhão de Polícia Militar Rodoviária (BPMRv), o trânsito na Rodovia Diomício Freitas e Via Expressa Sul funcionará da seguinte forma na partida desta quarta-feira:

Sentido Único: Centro - Estádio da Ressacada
Das 19h45 as 20h05
Das 20h20 as 20h40
Das 20h55 as 21h15
Das 21h30 as 21h50

Liberação para o trânsito de veículos em sentido  único do trevo da Seta ao Estádio da Ressacada

Sentido único: Estádio da Ressacada - Centro
Das 23h35 as 23h55
Das 00h05 as 00h25
Das 00h35 as 00h55
Liberação para o trânsito de veículos em sentido único do Estádio da Ressacada a 1ª Passarela de
Pedestre da Via Expressa Sul

Vamo, vamo Avaí !

3 comentários:

Dinho disse...

E olha que essa novela tá só no começo, vem muita coisa poraí ainda...infelizmente!

sergio araujo disse...

A burocracia é um sistema gigantesco gerido por pigmeus.

Sergio Jr disse...

Todo mundo que morar em Florianópolis, mas aqui para fazer uma simples duplicação de 5 km é um parto. Se já não bastasse os políticos incompetentes que nada fizeram e ainda prejudicam quem quer trabalhar, ainda tem os ecochatos que implicam com tudo. Aqui se leva três anos para dar uma simples licença ambiental, para Balneário de Camboriu e Joinville tudo é permitido. Esta certo que nos últimos tempo Florianópolis esta abandonada em detrimento a cidade de origem de cada governador. A cidade que todos querem morar parou no tempo. A tal qualidade de vida e segurança não existe mais. Não existe, mas cada vez chega mais gente que não gosta dessa cidade, mas quer viver aqui. Da um "time" pessoal! Vamos nos unir para ter uma cidade melhor, no mínimo deixa que faça ao menos as obras emergenciais. Ta soda!