sexta-feira, 18 de março de 2011

Memória Curta

Infelizmente, o torcedor, assim como praticamente a imensa população brasileira, possuem uma memória curta. Nem reclamamos mais dos seguidos roubos praticados pelos políticos, pois ficou tão rotineiro ver estes ilícitos, que os cidadãos já caíram na vala comum da impunidade, e por mais que estes desvios de conduta afetem a coletividade, dependendo da esfera de poder, acabamos por aceitar passivamente.

No Mundo do futebol, as coisas não são muito diferentes, costumamos no calor da massa, levados por comentários da mídia ou empolgados por ações promovidas por blogs e afins, fazer algum burburinho, mas que aos poucos vão esfriando e caindo no esquecimento. Aqui no Estado, dois fatos ocorridos recentemente que envolvem nosso Leão, estão sendo escondidos debaixo do tapete e prevalece um silêncio irritante por parte da diretoria azurra, a qual acaba se manifestando em face de outros fatores, aos quais deveriam engrossar os repúdios, no caso da arbitragem por exemplo.

O primeiro caso foram os fatos ocorridos no clássico, afinal, onde estão as malditas das imagens que comprovam a depreção do patrimônio do campo dos barbies? Ora, acusaram a nação azurra de ter cometido um ilícito e a diretoria não mexeu uma palha para desmentir as acusações sem provas. Além disso, o Ministério Público, que até que se prove o contrário, foi enganado, pois não haviam câmeras no estádio. Por fim, nem vale a pena cobrar, mas a Federação Catarinense foi conivente com toda situação, pelos motivos que estamos cansados de saber.

O segundo caso, que está sendo engavetado sem qualquer justificativa plausível, diz respeito ao o uniforme que veste nosso time e muitos torcedores. Aquelas falhas ridículas cometidas pela Fanatic, até hoje não foram esclarecidas. O péssimo material fornecido, o tal contrato vantajoso, ainda não comprovou tal situação, e o que vemos é uma verdadeira vergonha, desfilando pelos gramados do Brasil, com um "manto" que lembra àquela época em que disputamos Série C, lembram? Seriam as camisas da Fanatic uma edição retrô daqueles unifromes antigos?

Enfim, são dois fatos importantes, esquecidos por nossa Diretoria, em total desrespeito a nação azurra !

5 comentários:

Alexandre Carlos Aguiar disse...

Há uma outra situação, levantada pelo blog Elite Azul e Branca. Num grande shopping da cidade, na loja da Fanatic (Pieri Sport), estavam expostas camisas de Inter e Grêmio e as nossas, do clube que os financia, estavam em segundo plano.

Dinho disse...

No caso do time do estreito, com certeza colocaram as câmeras, mas NÃO estavam funcionando, ou seja, apenas para enganar e conseguir a liberação do estádio, e a PM (do alvinegro assumido Major Newton) e a FCF (Delfin Vitalício) engoliram, como sempre! O Avaí deveria meter um processo e ir a fundo, já que na época as acusações foram altas contra nossa torcida! Sobre a Fanátic, é um absurdo, uma vergonha! Como sempre falo, o Avaí insiste com eles enquanto que time do interior tem material da Olympikus, Umbro, Adidas... uma lastima!

Sergio Jr disse...

Sobre a farsa da arruça tenho a comentar: Imprensa cafe com brocoles se omite, o Avai e as autoridades policiais nao se manifestam e o FFC mostra o quanto conhece de bastidores.
Sobre essa porcaria chamada Fanatic, acredito que nao expoe a camisa do Avai de vergonha pela pessima qualidade do produto. Fanatic, nunca mais!

Sergio Jr disse...

Dinho se o Avai insiste com eles é porque esse contrato é suspeito. Alguem esta levando, essas camisas de pessima qualidade tenho certeza que nao, so pode ser $$$.

Chuleta Avaiana disse...

Prezados,

Realmente, esta insistência com a Fanatic está cheirando mal, mas o pior é o silêncio da diretoria...

Sobre as câmeras dos barbies, da mesma forma tem coisa errada, mas o Avai tb não se mexe....se fosse na Ressacada, até a Globo estaria em cima!!!

Abraços da Chuleta Avaiana.