quinta-feira, 31 de março de 2011

O buraco negro....

Ontem, observando a equipe do Avaí dentro de campo pudemos constatar que existe uma enorme distância entre os setores do time, principalmente entre o meio campo e o ataque.

Normalmente nosso equipe fica esperando o adversário, desta forma o meio campo acaba voltando para auxiliar na marcação, por conseqüência, acaba jogando nossa zaga mais para trás. Visivelmente, quando nosso meio campo começa a marcar, ela ocorre já em nossa intermediária, e com isso nosso time acaba embolado e acuado em seu próprio campo de defesa, muito próximo do nosso gol.

A prova dos nove com relação a essa constatação, é que tanto ontém, quanto na partida contra o Joinville, o Leão deixou um espaço enorme entre os setores, principalmente quando estava se defendendo. Na partida em Joinville, como o adversário possuía um jogador de boa qualidade, Ramon, chegavam facilmente aos gols, graças às brechas e aos buracos negros encontrados em nosso meio campo e defesa.

Na partida diante do Ipatinga, outra coisa que chamou a atenção é que por diversas vezes Rafael Coelho voltou para marcar, vezes na posição de Marquinhos, por outras até mesmo mais atrás, quando roubávamos a bola. Apenas Willian estava isolado no ataque brigando contra os zagueiros. Até foi possível ver Marcinho Guerreiro como opção em uma saída de contra ataque, enquanto Rafael Coelho estava na frente da zaga ajudando a roubar a bola.

Efetivamente temos um grave problema de posicionamento, ou seja, ou meio campo não vem ocupando corretamente os espaços, ou a defesa que vem tendo dificuldades em desmanchar as jogadas ofensivas dos adversários, não dando tranqüilidade para que o meio jogue um pouco mais avançado.

Certo é que já vem passando da hora do nosso treinador, Silas, resolver o problema de organização da equipe azurra em campo, fazendo com que os jogadores comecem a ocupar seus lugares ou mudando o esquema tático, o que consideramos mais adequado para o momento. Agora é esperar para ver o que acontece no clássico. Para começo já achamos que seria uma boa Diogo Orlando ficar de fora da partida, quem viver verá! "Vamo, vamo, Avaí!"
Vamo, Vamos Avaí.

3 comentários:

Sergio Jr disse...

O diretor de harmonia esta mais perdido que cego em tiroteio. Diante da teimosia de Silas, so peço a titularidade de Aleks e Estrada. Sera que isso ele pode me atender?

Chuleta Avaiana disse...

Olha Sergio Jr, duvido, esse é o coro de toda a torcida, mas pelo visto o homem é teimoso. Um abraço da Chuleta Avaiana.

Dinho disse...

Concordo com o Serjão, Estrada deve ser titular absoluto, mas, de tanto falarmos nisso já tá até chato o assunto... Quanto ao Aleks, se não estreiou ontem, jamais iria estreiar nun clássico né...