segunda-feira, 7 de março de 2011

Quando se ganha, ninguém lembra deles.....

Na minha visão, a arbitragem geralmente, prejudica apenas os incompetentes, pois em regra, aquele que trabalhou de forma coerente, com dedicação, aplicação e competência, fatalmente conquista o êxtase de uma vitória ou melhor, triunfa com a festa de um título. É comum ouvir sobre teoria da conspiração, que esse ou aquele árbitro prejudica o time X ou favorece a equipe Y, todavia se os jogadores realmente se sacrificarem em busca de um objetivo, certamente conquistarão a glória almejada.

Neste primeiro turno, tivemos um gol mal anulado contra a Chapecoense, outro, que estava em posição irregular no confronto em Brusque e mais um mal assinalado no jogo diante do Marcílio Dias. Caso estes gols tivessem sido validados, poderíamos ter passado pela humilhação que passou nosso principal rival, pois, uma eventual classificação, manteria Benazzi no cargo e provavelmente daríamos adeus ao tricampeonato.

Por outro lado, as duas primeiras partidas foram pífias, na sequência em Brusque nada melhorou, já em Criciúma, Maurício Alves e Marquinhos Santos poderiam ter feito 2 gols em 5 minutos, quando estava fechado o placar. No duelo com o Imbituba, não entramos em campo, diante do Metropolitano, o galego perdeu um pênalti; vencemos o Joinville "nas coxas"; no clássico, novamente Maurício Alves poderia ter servido Rafael Coelho e em Concórdia, por pouco não perdemos por W.O., resultado de um péssimo planejamento, além da confusa partida.

Portanto amigos, mesmo com os erros de arbitragem, com um pouquinho de competência, teríamos somado 3 pontos em Criciúma, mais 2 pontos em Blumenau e outros 2 no clássico, ou seja, meros 7 pontos, os quais não tiveram influência da arbitragem. Dessa forma, entendo que, quando existe um vencedor de fato, não falo de mera vitória num jogo, mas algo maior, então ninguém lembra da arbitragem, servindo esta, meramente para justificar a incompetência de quem não planejou e, consequentemente, não alcançou os objetivos necessários para agradar sua torcida.

O Vasco do continuente achava o ábitro da final excelente, mas depois de perder o caneco, resolveram atribuir a culpa ao moço do apito. Em Chapecó, o temido Célinho não influenciou, contudo nossos "jogadores" envergonharam nosso torcedor e agora não tem quem culpar! Torço para a arbitragem não influenciar, entretanto, precisamos ser competentes, para não depender de erros humanos, passíveis de acontecer com qualquer um de nós!

4 comentários:

Alexandre Carlos Aguiar disse...

Discordo, amigo, nos dois últimos anos fomos insistentemente roubados. Mas os times eram bons e acabamos superando a mediocridade e má-fé dos árbitros da Federação. Neste ano, com o time ruim que temos, que aliás não é um time, eles não estão nem fazendo força para nos passar a mão.

Chuleta Avaiana disse...

Caro Alexandre,

Foi exatamente o que eu quis dizer, qdo o time é bom, a arbitragem não influencia...o problema é qdo o time é meia boca...

Em Criciúma, qdo estav 2 x 0, Bruno cometeu um penâlti claro, aos 4 minutos do segundo tempo...mas o árbitro não marcou...

Agora em Chapecó, teve um lance discutível, novamente Bruno deu o bote errado e calçou o atleta do oeste, mas o juiz não achou falta...

Erros acontecem, mas tem sido difícil aguentar esse futebolzinho do AVAI...

Abraços da Chuleta Avaiana.

Sergio Jr disse...

Em Chapeco, voltou a insistir, o Avai nao merecia ganhar. Mas, verdade seja dita, o arbitro contribuiu com a Chapecoense ao pipocar com Alosio e deixar Dema em campo. Esta na hora de algum Avaiano criar alguma escola de arbitros.
Se continuar assim nessa bagunça, periga os cariocas permanencerem e Mauro Galvao entregar o bone. Minha esperança e que com Marcinho em campo o time deixe de ser mulher de malandro e passe a voltar a ser Guerreiro.

Chuleta Avaiana disse...

Grande Sérgio,

O lance do penâlti da Chapecoense, se fosse fora da área o árbitro teria marcado falta....o celinho não sabe marcar penalidade....

O Bezerra tb não expulsou um jogador do Metro contra o Bgueira, é erro pra todo lado...

O Avai tem que tem vergonha na cra e jogar bola...

Abraços da Chuleta Avaiana.