quinta-feira, 21 de abril de 2011

Já estamos nas quartas de final !

De maneira dramática nosso time do coração se classificou às quartas de final da Copa do Brasil, após um pênalti salvador anotado por nosso atacante Willian, aos quarenta e três minutos do segundo tempo.
Na primeira etapa o jogo foi equilibrado, com poucas chances para as duas equipes. O Avaí teve sua melhor oportunidade aos cinco minutos, com Rafael Coelho, que cabeceou sozinho para fora, após belo cruzamento de Julinho. A resposta botafoguense não demorou e em um belo passe, Cortês deixou Herrera na cara do gol. O chute foi forte, mas a bola subiu demais, longe do goleiro de Renan.
Ainda que a partida não fosse modorrenta, com as duas equipes se movimentando muito, as chances de gols eram raras, todavia aos vinte e seis minutos, a torcida avaiana toma o maior susto, até então. Em uma jogada rápida, a bola sobra para Cortês mandar na trave de Renan. Aos 36, o Leão ainda teve outra oportunidade, com Marquinhos, em um chute de fora da área, e o primeiro tempo terminou tudo igual, sem alteração no placar.
Na segunda etapa o time da estrela solitária voltou mais antenado e agressivo, mas ainda com pouca objetividade. A equipe azurra deu uma recuada, e nosso treinador vendo a equipe perder sua força, até então não esboçava qualquer movimentação no sentido de mudança. Quando atacava, insistia com ligações diretas e cruzamentos sem perigo para a defesa alvinegra.
Aos vinte e sete minutos, em uma bobeira da zaga avaiana, com Loco Abreu, o Botafogo chegou a seu gol. A torcida ficou em silêncio, não acreditando que que presenciava. Foi então que Silas começou a mexer na equipe e promoveu a entrada de Marquinhos Gabriel, Evando e Estrada.
A equipe azurra se lançou ao ataque e começou a pressionar. O colombiano Estrada, que havia acabado de entrar, sofreu pênalti ao ser derrubado na área por Lucas, ex-Além das Pontes, para nossa alegria. William, com categoria, cobrou no canto direito do arqueiro alvinegro e deixou tudo igual
Após o árbitro apitar o final da partida, um lance lamentável, Loco Abreu e Marquinhos protagonizaram um espetáculo de horror, de mal exemplo e de violência, justamente em um momento que se fala de paz e harmonia. A briga iniciada pelos atletas desencadeou um confronto generalizado entre jogadores e dirigentes. A polícia precisou entrar em campo para garantir a ordem.
Ilustração: Fábio Neves (Agência RBS)
Ficha técnica
AVAÍ (1)
Renan; Felipe (Evando), Cássio, Gian e Julinho; Bruno, Diogo Orlando (Marquinhos Gabriel), Marcinho Guerreiro, Marquinhos; William e Rafael Coelho (Estrada)
Técnico: Silas
BOTAFOGO (1)
Jefferson; Lucas, Fahel, João Filipe (Everton) e Cortês; Arévalo, Marcelo Mattos, Lucas Zen e Cidinho (Caio); Herrera (Somália) e Loco Abreu
Técnico: Caio Júnior
Arbitragem: Ricardo Marques Ribeiro, auxiliado por Altemir Hausmann e Jair Albano Felix
Gols: Loco Abreu, aos 27 do primeiro tempo (B); William, aos 42 da segunda etapa (A)
Cartões amarelos: Julinho, Bruno, Diogo Orlando, Lucas, Herrera
Cartão vermelho: Caio Júnior

4 comentários:

Paulo disse...

Infelizmente teremos que continuar aguentando esse descalabro. Se não vejamos, Silas diz que usa o esquema com 3 zagueiros porque tem uma defesa fraca, incluindo os laterais. Em 2009 atuou com 3 zagueiros e a desculpa era que só tinha o Léo Gago, sendo os outros volantes fracos. Na verdade o esquema era 3-6-1 e não 3-5-2, sendo assim não adianta nos enganarmos de que viram zagueiros e laterais, pois continuaremos com volantes de baixa qualidade, que não sabem sair jogando, só se salva o Marcinho Guerreiro por ser voluntarioso, mas só. Diego orlando, Bruno, Acleisson e Batista podem dispensá-los, talvez consigam jogar no interior do Ceará, já Fabiano eu respeito muito, apesar de não considerá-lo um volante, acredito que possa ser mantido. Não esquecendo que nessa barca deveríamos incluir Pará, George Lucas, Romano, Arthuro, Cristian e Laercio. Seguindo dessa forma, caso não pensem em trazer volantes de qualidade, o Marquinhos só terá um companheiro para o meio campo se o Silas abrir mão de um atacante, como fez em 2009, Rafael Coelho que se cuide. A maior indignação é que caso isso aconteça, ele irá optar por Marquinhos Gabriel, deixando o Estrada mais uma vez no banco. Será tão difícil para o profeta Silas prever que o Estrada é um ILUMINADO? O povo azurra pede a sua presença, e a voz do povo é a voz de DEUS.

Chuleta Avaiana disse...

Paulo, todos sabem que o Silas é teimoso. Por muito pouco não fomos eliminados na Copa do Brasil. Queremos, como você, ver Estrada titular nesse time. Será que o desempenho dele nos treinos é tão abaixo do que demonstra quando entra em campo? Agora temos um clássico, vamos ver o que o nosso treinador vai fazer. Um abraço da Chuleta Avaiana.

Dinho 音楽、愛、平和と信仰 disse...

Apesar da teimosia de Silas, estamos classificados pras 4ªs de final. É como sempre digo, quando tudo está difícil, aí mesmo é que o Leão ruge alto! Não foi diferente ontem, após a entrada de Estrada, melhoramos visivelmente, e com a ajuda dele e com a elegância do Willian, empatamos e nos classificamos.
Triste fato as brigas no final do jogo iniciadas pelo despeitado, retardado Louco Abreu, que fez jus ao seu apelido. M10 está correto em não querer a ssinar a súmula, pois apenas se defendeu.

Vencer o "poderoso" "Fogão" calando a boca da imprensa, dos secadores, diante da apaixonada CAMISA 12: NÃO TEM PREÇO!!!

VAMO VAMO AVAÍ!!!!!!!!!!

Chuleta Avaiana disse...

Dinho, como você nós também sempre acreditamos. As críticas são necessárias para que nosso time do coração melhore, mas nunca deixaremos de acreditar no Leão. Um abraço da Chuleta Avaiana.