segunda-feira, 9 de maio de 2011

Competição: Copa do Brasil!

Por: Jair "Jajá" Alcides dos Santos

Bom dia, torcedor avaiano.

Ontem, tivemos a primeira partida da final da competição catarinense, infelizmente sem a participação da equipe azurra, que ao longo da competição não mostrou a preparação necessária para chegar ao título, menos mal que eliminamos a equipe Além das Pontes, o que não podemos negar, foi um consolo. Melhor para as equipes de Criciúma e Chapecoense, que aproveitaram as oportunidades que tiveram e hoje estão disputando o título.

No primeiro confronto, vitória da equipe do carvão, que ficou mais próxima do título; contudo, sabemos que não terá vida fácil, pois a torcida em Chapecó fará um caldeirão e o Tigre terá que superar a tudo e a todos para obter mais um título para sua galeria.

Enquanto isso, nosso time do coração se prepara para enfrentar, na próxima quinta-feira, a equipe do São Paulo, às 21:50 horas, na nossa bela Ressacada. O Avaí já demonstrou que pode ir longe na competição, e vencer o São Paulo em casa, não é tarefa fácil, mais é plenamente possível. Basta apenas nosso Leão jogar como jogou os últimos minutos da partida em São Paulo.

Como bom avaiano, vou acreditar sempre, e no próximo confronto estarei na bela Ressacada para ajudar nosso time do coração a vencer mais essa batalha. Estamos próximos que conseguir mais um feito importante para a história do Avaí, chegar às semifinais da competição brasileira e continuar na luta pelo título nacional e pela vaga à Copa Libertadores da América.

Escrevemos, na última postagem, sobre a denominação da Federação Catarinense de Futebol. Paralelamente, enquanto se estudava a nova denominação, a Liga continuava sua rotina, elaborando a tabela de jogos do Torneio Início, que, conforme começara com a própria entidade em 1924, e diferente do estadual, que logo se abrira para a participação dos times do interior, continuava contando apenas com os times da Capital.

Antes da escolha do nome, estava sendo priorizado, pela LSCDT, a melhoria de seu patrimônio na Rua Bocaiúva, envolvendo-se logo em investimentos que oferecessem melhores acomodações para os torcedores. Assim, começou imediatamente a construção da primeira arquibancada naquela praça esportiva, erguida e complementada pelo madeirame comprado e trazido de uma desativada Praça de Touros, nome que se dava aos mambembes circos de touradas, onde toda a estrutura não passava de uma improvisada lona erguida sobre pedaços de pés de eucaliptos, rodeada de modestíssimas arquibancadas construídas com pedaços de tábuas rústicas.

Amigos leitores, vou ficando por aqui. Na próxima semana, voltaremos com mais novidades a respeito do nosso Leão!

2 comentários:

Dinho 音楽、愛、平和と信仰 disse...

E assim foi surgindo o saudozo Adolfo Konder... Bons tempos! Adoro essas histórias do nosso futebol!

Bom quanto ao Avaí, creio que teremos uma pedreina nessa 5ª feira, principalmente se nosso técnico resolver aprontar uma das suas... pelo que vimos, como colocaste, nos minutos final do jogo de ida, temos sim, plena condições de nos classificar na Ressacada. Mas, pra isso acontecer é preciso garra, determinação por parte dos jogadores, pois terão com certeza o apoio da Camisa 12, empurrando da arquibancada!
Eu estarei lá!

Vai Prá Cima Deles Leão!!!

Jair disse...

Grande Dinho, também sou um apaixonado por história, por isso sempre conto um pouquinho dela nos meus posts de segundas-feiras. Quanto ao nosso Leão, estou contigo e não abro! Vamos para cima deles Leão. Um abraço. Jajá.