domingo, 22 de maio de 2011

Entrosamento, não é desculpa!!!

Começamos o brasileirão com os dois pés esquerdos e de maneira vergonhosa. O desentrosamento, definitivamente não é desculpa para ser goleado para o limitado time do Flamengo. Tivemos inúmeros erros de passes e fomos mais uma vez, vítimas do mal aproveitamento nos passes e em especial nas finalizações, enquanto Ronaldinho Gaúcho jogou livre, leve e solto, humilhando a equipe azurra em terras cariocas, mesmo sem apresentar um grande futebol.

Na primeira etapa, num erro de saída de bola do limitado Felipe, Tiago Neves apareceu livre e chutou para fora, logo com 1 minuto de jogo. Em seguida, o leão respondeu, com Romano, que cruzou uma bola rasteira, a qual correu na frente do gol, mas a zaga rubro negra afastou. Em seguida, tivemos outro lance, no qual Estrada rabou em bola, quase na pequena área. O jogo seguia equilibrado, até que R10 recebeu uma bola sozinho, cruzou, Bruno tentou afastar e ajeitou para o atleta flamenguista abrir o placar. Após, ainda tivemos uma chance com o estreante Fábio - que esteve perdido em campo -, mas o zagueiro salvou em cima da linha. Para fechar, Rafael Coelho perdeu um gol inacreditável.

No segundo tempo, um Avai irreconhecível surgiu, com sequências de passes errados e extrema dificuldade para criar jogadas. O Flamengo se aproveitou de nossos erros. Num contra ataque, R10 arrancou quase do meio campo, veio até a entrada da área sem que ninguém incomodasse e resolveu fazer o segundo gol. Daí em diante, foi um Deus nos acuda. No terceiro gol, novo avanço carioca contra um time desarrumado e Tiago Neves ampliou. Para fechar, Diego Maurício fez o quarto gol, ampliando o vexame avaiano.

Desta forma foi nossa estreia no brasileirão. Iniciamos de forma vergonhos, um time sem qualquer pretensão ou interesse. É inadmissível que jogadores buscando uma vaga de titular entrem em campo de forma tão fria e apática. A diretoria não pode se acomodar com a desculpa de falta de entrosamento, pois o que se viu, foi muito mais grave, foi uma afronta ao manto azurra e sua torcida.

2 comentários:

Serjão Jr disse...

O texto mostra claro o que foi o jogo e o que pensa os Avaianos. Porem voltamos a repetir erros primarios e assim como Felipe jogou solto e criou as grandes chances do Vasco, outra vez o craque do time adversario joga solto. Afinal, Silas gosta de ver seu time jogar, ou o craque adversario? Essa mania de deixar o melhor adversario soltinho nao é hoje e ja tivemos varios disabore, porem Silas insiste em deixa-lo solto. Na quarta se Felipe tiver a mesma liberdade que teve no Rio,corremos grande risco de nao ir a final. Quarta estarei la apoiando. Apesar de tudo. Eu acredito!

Chuleta Avaiana disse...

Grande Sérgio,

Realmente, o Avai vem falhando nestas situações. Deixar R10 totalmente livre é suícidio premeditado.

Contra o Vasco, Felipe jogou solto e por pouco não complicou o leão.

Agora, é esperar quarta feira.

Abraços da Chuleta Avaiana.