quinta-feira, 19 de maio de 2011

Um empate com sabor de empate !

O Avaí escreveu mais uma página de sua brilhante história, em que pese ter cedido o empate no fim do jogo. Pelos 90 minutos, ficou de bom tamanho o resultado. É óbvio que foi apenas um empate e ainda precisamos ter a consciênca que o Leão praticamente leva gols em todos os jogos, então todo cuidado é pouco! Alguns blogueiros cariocas estão comentando que muitas pessoas, inclusive a torcida avaiana, estão fazendo festa, acreditando que a equipe cruzmaltina foi despachada; entretanto, isso não é verdade, pelo menos da nossa parte.

O jogo iniciou num ritmo acelerado, o time alviceleste deu a saída e já partiu para cima da equipe da colina; contudo, com um minuto e meio os vascaínos já criaram uma chance claríssima de gol, sendo evitada por Marcinho Guerreiro. No mais, partida seguiu equilibrada, os times buscavam o ataque, o avaiano de forma mais moderada, mas ainda assim assustando o setor defensivo adversário. Nosso Batoré teve uma chance e chutou prensado, além disso, o Galego bateu dois escanteios que levaram perigo, inclusive com a possibilidade de um penâlti, discutível.

Na segunda etapa, o time carioca vinha para tentar definir a partida; todavia, ficou apenas na pressão inicial. Novamente equilibramos a partida e começamos a ousar mais. O Vasco não conseguia penetrar em nossa zaga, muito bem postada; por outro lado, William quase abriu o placar, numa defesa no susto de Fernando Prass. Na sequência do jogo, o elogiado (na Sportv) Julinho marcou um belo gol e calou São Januário. Logo depois, um lance duvidoso na área azurra, mas Seleme não assinalou penalidade; entretanto, aos 47 minutos, Diego Souza empatou a partida, num pênalti.

No geral, a torcida avaiana ficou orgulhosa. Parece que recuperamos aquele time de 2009, estamos confiante para jogar tanto em casa como fora. O time inteiro foi bem, ao nosso ver, o único fugiu a regra foi Maurício Alves, que entrou mas não conseguiu prender a bola no ataque, perdendo todas as jogadas. Agora, é preparar as festividades, apoiar do primeiro ao último segundo na próxima partida e buscar a glória numa final histórica. "Vamo, vamo, Avaí!"

4 comentários:

Serjão Jr disse...

Comentário perfeito. Do começou ao fim. Infelizmente, Mauricio Alves destoou. Mas o Galego a cada dia vai redescobrindo seu futebol. Que dizer do guerreiro Marcinho e o abusado e craque Juninho. Não ganhamos ainda, mas damos um grande passo.

Chuleta Avaiana disse...

Serjão Jr, o Avaí fez uma ótima apresentação, jogou como time grande. Agora é fazer o mesmo na Ressacada e buscar a classificação à final da competição. Um abraço da Chuleta Avaiana.

Dinho 音楽、愛、平和と信仰 disse...

Salvo alguns erros, passes errados, que podem ser corrigidos, só deu Leão! Fomos mais ofensivos, tivemos mais chances de gol, e acredito que fomos roubados na "caruda", pois ficou nitido pel TV que o jogador do Vasco meteu a mão na bola. Quanto ao pênaly que deu nos acrescimos, esse acho que foi mesmo. Destaques para Julinho (joga muito!) e Marcinho Guerreiro, um Leão em Campo!
Como eu sempre falo, é ser "surdo" a mídia, aos negativistas de plantão, e vencer na Ressacada, e ir prá cima do Coxa, sem medo de ser feliz!
Sou mais Avaí!

Vai Prá Cima Deles Leão!

Chuleta Avaiana disse...

Dinho, foi uma bela apresentação do Leão. Deixando as discussões de lado, nosso Avaí tem que vencer em casa e despachar a equipe cruzmaltina. Um abraço da Chuleta Avaiana.