quinta-feira, 26 de janeiro de 2012

Coisas de Avaí!!!

Na noite desta quarta-feira (25), em partida válida pela segunda rodada do catarinense, o Avaí venceu, de maneira sofrida, o Criciúma pelo placar de 3x2. Mesmo estando na frente do placar por dois gols, o time azurra cedeu o empate e só conseguiu o gol da vitória nos acréscimos.

Assistimos a um primeiro tempo onde o Avaí foi superior ao seu adversário, muito mais pela vontade e imposição física do que pela técnica. Era visível, em que pese a superioridade territorial, que a equipe avaiana carece de criação. Como já sabemos há algum tempo, Robinho não é o homem para fazer a criação no meio campo azurra, mas era o que tínhamos para ontem.

As oportunidades de gols eram escassas, exceto por algumas bolas espirradas na área e alguns chutes de longa distância.

A primeira etapa caminhava para o fim quando em três minutos o Avaí faz dois gol através de Pirão, que estava totalmente sumido da partida até aquele momento. O primeiro veio aos 43 minutos, depois de uma cobrança de escanteio de Robinho, quanto o jogador avaiano apareceu sozinho na frente do gol e só teve o trabalho de completar para as redes. O segundo saiu em uma jogada ensaiada entre Robinho e Pirão. Na cobrança de falta, Robinho deu um leve toque na bola e Pirão disparou a bomba no canto baixo esquerdo do goleiro Andrey. Neste momento já passávamos dos 46 minutos.

Na segunda etapa, os visitantes vieram com duas mudanças, que rapidamente se percebeu, surtiram efeito, mesmo tendo o Avaí pressionado até os 5 minutos iniciais da segunda etapa. O time do sul do estado ficou mais leve em campo e mais perigoso. Os visitantes tinham um domínio territorial, mas este não se traduzia em oportunidades de gol.

Aos 32 minutos a partida deu uma guinada. Alisson que havia acabado de entrar na equipe visitante foi expulso por agredir um gandula, e no mesmo lança Marcinho Guerreiro também foi expulso por trocar empurrões com o jogador já expulso. Marcinho Guerreiro deveria até ser punido pela expulsão, tal foi a sua irresponsabilidade no lance.

No minuto seguinte, a bola é alçada na área avaiana e Anderson Costa cabeceia sem chances para Moretto. Dois minutos mais tarde, outra bola levantada na área, Moretto falha bisonhamente, e os visitantes empatam a partida.

Quando todos imaginavam que a partida iria acabar empatada, depois de uma cobrança de escanteio, aos 48 minutos, a bola sobra para Diogo Orlando que faz o terceiro gol avaiano e dá números finais a partida.


O que vimos em campo ontem foi um time que fez um razoável primeiro tempo com muita vontade e uma segunda etapa muito fraca. Dentro de campo Pirão e Bruno tiveram seu destaque, o primeiro pelos dois gol e o segundo pela bela partida realizada.

Mauro Ovelha mostrou toda sua insegurança no momento das modificações. Por duas vezes chamou um jogador para entrar e depois optou por outro. Aconteceu com Laércio, quando na verdade entrou Mika, e depois com Diego que aí sim entrou Laércio. Outro erro foi a substituição de Bruno, que tranquilamente era o melhor jogador avaiano em campo, em seu lugar entrou Diego Palhinha.

A arbitragem foi tranqüila, exceto por alguns exageros cometidos por Jefferson Schmidt quando fala com os jogadores, gesticula muito, parece que quer dar show.

O Avaí volta a campo no próximo domingo, na bela Ressacada, quando enfrente o Atlético de Ibirama às 19:30 horas, em partida válida pela terceira rodada do turno do campeonato catarinense.

Ficha Técnica
Avaí (3) Moretto; Rafael, Renato Santos e Bruno (Diego Palhinha); Arlan, Marcinho Guerreiro, Pirão, Robinho (Mika) e Aelson; Neilson e Ronaldo Capixaba (Laércio). Técnico: Mauro Ovelha

Criciúma (2) Andrey; Fabinho Capixaba, Nirley, Rodrigo e João Victor (Marcel); Jackson, Henick, Guilherme (André Gava) e Lucca; Anderson Costa e Valdo (Alisson) Técnico: Márcio Goiano

Gols: Pirão aos 43 e 46 minutos do primeiro tempo; Anderson Costa (C) aos 33 e Nirlei aos 35 e Diogo Orlando aos 48 minutos do segundo tempo.

Amarelos: Thiago Dutra, Andrey, Fabinho Capixaba, Jackson (C) Pirão, Marcinho Guerreiro, Ronaldo Capixaba (A)
Vermelhos: Marcinho Guerreiro (A) Alisson (C)
Arbitragem: Jefferson Schmidt, auxiliado por Rosnei Hoffmann Scherer e Neuza Ines Back
Renda: R$33.485,00
Público: 3.285

Um comentário:

Dinho L V disse...

É certo que ainda não vimos o time que queremos. Pouca coisa mudou desde o jogo contra os índios, ainda estamos desorganizados, e sem um matador pra meter a pelota nas redes. Mas, vamos acreditar e, quem sabe com a chegada do Gilmar as coisas mudem.
Valeram os 3 pontos!
Domingo tô lá!