segunda-feira, 27 de fevereiro de 2012

Incompetência absoluta !


Não temos muito o que falar com relação a partida diante do Metropolitano; o Avaí foi novamente derrotado no campeonato catarinense, a quarta derrota em nove partidas, sendo a terceira seguida.

O que se assistiu ontem, na Ressacada, foi o que se verificou durante todo o ano passado e início deste ano, um amontoado de jogadores sem qualquer comprometimento com o time, entrando em campo apenas para cumprir obrigação contratual.

As modificações realizadas pelo titubeante Mauro Ovelha, não trouxeram qualquer efeito prático dentro de campo, muito pelo contrário, a nosso ver as modificações pioraram o que já era muito ruim.

No gol, Aleks falhou tal qual Moretto; Neilson é muito fraco e já mostrou que não possui qualidade; Nunes, deu prova que é um baita enganador, além de não saber o que é impedimento; e Cleverson é uma piada, parece que está dormindo, e vez ou outra corre igual louco. Enfim, as mudanças de jogadores não surtiram qualquer efeito prático.

A mudança no esquema de jogo, também não trouxe nenhum tipo de ganho técnico ou tático para a equipe, continuamos inoperantes no ataque e frágeis na defesa. Jogando com dois ou três zagueiros, nosso sistema defensivo é muito fraco, culpa de quem contratou e de quem coloca o time em campo.

O ataque é sempre ineficaz, com enormes deficiências na conclusão das jogadas. Ronaldo Capixaba, Nunes, Cleverson e Neilson já deixaram claro que não podem render mais do que estão rendendo. Ontem, quem pareceu ser um pouco diferente dos já citados é Gilmar, mas de qualquer forma, ainda é uma análise muito superficial.

A derrota mostrou a total e absoluta incompetência, tanto dos cartolas que contrataram esse time, dito a custo zero igual a qualidade, quanto do treinador, que após nove rodadas não conseguiu incorporar, ao menos, um esquema tático. O que se observou na partida, foi um amontoado de jogadores “correndo” atrás da bola.

Terminamos o turno do campeonato catarinense na quarta posição; posição vergonhosa para uma equipe das tradições do Avaí. Temos que melhorar e muito, caso contrário corremos o risco de ficar fora da semi-final do fraquíssimo campeonato regional.

Mudanças precisam ser feitas dentro e fora do campo, e rapidamente.

O Avaí volta a campo na próxima quarta-feira, pela abertura do returno do campeonato estadual, onde enfrenta a Chapecoense na bela Ressacada.

FICHA TÉCNICA

AVAÍ (0) Aleks; Patric, Renato Santos, Cássio (Ronaldo Capixaba) e Pirão; Bruno, Diogo Orlando, Cleber Santana e Cleverson (Robinho); Neilson (Gilmar) e Nunes Técnico: Mauro Ovelha

METROPOLITANO (1) Flávio; Thiago Couto, Willian (Leo) e Elton; Erlando (Danilo), Alex Albert, Iverton, Rodrigo Ninja e Thiago Cristhian (Simião) e Maurinho; Rafael Costa Técnico: Cesar Paulista

Gols: Thiago Cristhian, aos 19 minutos do 1º tempo para o Metropolitano.

Arbitragem: Braulio da Silva Machado, auxiliado por Angelo Rudimar Bechi e Eder Alexandre Cartões amarelos: Nunes (A), Willian (M), Patric (A), Simião (M), Rafael Costa (M), Ronaldo Capixaba (A)

Local: Estádio da Ressacada, em Florianópolis.

Um comentário:

Dinho L V disse...

Prá mim não existe outra resposta pro fiasco de ontem: É boicote ao técnico somado a brigas internas entre jogadores.