quinta-feira, 22 de abril de 2010

Falando sozinho...

Quando o Avaí foi enfrentar o Grêmio em Porto Alegre, o técnico Silas afirmou que o amor que sentia pela equipe gaúcha já tinha superado o que ele sentiu pelo Avaí.

Curioso é que nenhum avaiano, quer seja torcedor, quer seja dirigente, perguntou sobre como Silas mensura seus sentimentos. A declaração do treinador foi espontânea, e por isso mesmo, deve assumir seus riscos e conseqüências.

As ocorrências na capital gaúcha durante o jogo, como a expulsão de Caio e a postura do treinador, apenas temperaram ainda mais os ânimos dos avaianos. Afinal, temos amor próprio!

Hoje, os jornais gaúchos, bem como suas sucursais em Santa Catarina, trazem a notícia de que Silas não pretende mais trabalhar no Avaí. Outro fato curioso: não vimos ninguém, quer seja torcedor, quer seja dirigente, pedir para que ele retornasse...

É importante que se diga, a história de Silas como técnico, se resume a um único turno perdido e mais um jogo, pelo tricolor Fortaleza. Depois do time cearense, só treinou o Avaí...

Por aqui teve méritos incontestáveis. Mas, também teve ajudas imprescindíveis. Será que ele esqueceu que foi procurado no início de uma certa madrugada, por dirigentes avaianos para que colocasse Léo Gago no lugar de seu sempre preferido Wendel Falcão?

O exemplo citado é apenas um entre os muitos problemas causados por este treinador, que se diz perfeito e bem cotado no mercado da bola. Silas foi um excelente jogador, de grande habilidade. Mas, como técnico, ainda está em fase embrionária. Há muito que crescer...

Sua história no Avaí teve um começo, meio e fim. A fila anda e ninguém está esperando por ele. O Avaí tem seu rumo a seguir, sem depender do estrelismo individual de quem quer que seja.

A cada semana, surgem frases ditas por Silas, que nos fazem lembrar o “filósofo bebum” da foto, em plena Copacabana, a gastar seu perfeito latim com a estátua de Carlos Drummond de Andrade...

A torcida tem razão: Silas precisa fazer um estágio em Biguaçu!

6 comentários:

Anônimo disse...

Todo mundo caiu na armadilha da "nossa imprensa". Eles sacanearam o Silas e de quebra todos nós fomos junto.
Nós tínhamos esquecido daquela entrevista do Silas pro Sportv em que ele queimou a "nossa imprensa" pra todo Brasil ver.
Agora deram o troco.
Essa turma não esquece...

Léo Leão

Seu Cunha disse...

Amigos,
Acredito que com o blog de vocês também deve existir vários comentários indesejados, portanto fica uma sugestão, Instalar o Disqus coments, igual ao que instalei em meu blog.
Ele é free e eu estou muito satisfeito, com ele podemos editar e moderar os comentários, com a vantagem de que se pode bloquear os usuários e o IP de quem comentam fica registrado.
Qualquer coisa é só conferir no meu blog a caixa de comentários, ou ir direto no site www.disqus.com
Abraços, testem que vale a pena, muito bom mesmo.

Alexandre Carlos Aguiar disse...

Todos os que estiveram no lançamento do Portal Avaí Mania, em Novembro, ouviram da boca do próprio presidente do Avaí uma das razões de ele ter saído. Naquela época ficamos espantados, mas hoje dá pra entender algumas coisas.
A vida segue e a fila anda.
O mito Silas vai ficar na memória. O homem Silas que procure continuar a sua carreira.

Blog da Chuleta Avaiana disse...

Léo Leão!

Sabemos disso. Ocorre que, o próprio Silas ajudou a minar seu trabalho dentro do próprio Avaí.

Será que lembras de um jogador chamado Manu? Lembras do Wendel Falcão?

Nem tudo foi um mar de rosas...

Sempre defendemos a postura de Silas, mas, definitivamente, nesse caso ele extrapolou.

Abraços!

Chuleta Avaiana

Blog da Chuleta Avaiana disse...

Valeu, Seu Cunha!

Obrigado e um abraço.

Chuleta Avaiana

Blog da Chuleta Avaiana disse...

Alexandre!

Visão perfeita da situação Silas x Avaí.

A fila anda...

Abraços!

Chuleta Avaiana