quinta-feira, 19 de agosto de 2010

O doce sabor da derrota...

Por: Sandro Azevedo*

Salve Alvicelestes,

Madrugada azul e branca em Florianópolis, perdemos e ganhamos, parece contraditório mas é a essência da competição de mata-mata. Iniciamos o jogo contra o Santos com uma grande vantagem, poderíamos perder por 2 x 0, ou por um gol de diferença como 2 x 1, 3 x 2, etc. Contudo, nosso time mostrou sua força dentro de seus domínios e encurralamos o time praiano em seu campo, com toques rápidos e envolventes criamos a primeira oportunidade com 45 segundos de jogo, Patrick entrou pela direita e disparou um torpedo para a grande defesa do goleiro alvinegro. Minutos depois foi a vez de Caio entrar pela direita e exigir mais uma salvadora defesa do goleiro santista. Ainda na seqüência de bons lances, desperdiçamos a melhor oportunidade do jogo, Rudinei entrou na cara do gol, mas tocou fraquinho na saída do goleiro, proporcionado a recuperação da zaga que afastou a bola que estava quase atravessando a linha do gol.

Como eu havia postado no dia de ontem, se o Avaí caprichasse na finalização, poderia construir um placar histórico, mas voltou a falhar no complemento das jogadas e quase permitiu uma tragédia na ressacada. Nosso competente Eltinho tentou sai jogando, mas errou o passe, em seguida Marquinhos Santos tocou de calcanhar, Rafael parecia soberano na bola, contudo Zé Eduardo se adiantou e tocou na saída de Renan, enfim, falha coletiva e gol do Santos. Daí em diante o Leão não conseguiu mais sair jogando, Davi completamente perdido, chegou a tirar uma bola do Vandinho num contra ataque, e o time paulista criou algumas chances, duas cabeçadas que não exigiram sequer defesas do Renan e graças a Deus encerrou-se o primeiro tempo. (Na foto acima, na Ressacada na noite desta quarta-feira, da esquerda para a direita: André Couto, Vakinha, Digão, Rodrigo e Sandro Azevedo)

Iniciamos o segundo tempo melhores em campo, pelo menos com mais vontade, criamos algumas oportunidades com Robinho, na qual o goleiro santista efetuou mais uma defesa, depois tivemos dois lançamentos precisos, entrando Caio e Patrick respectivamente na cara do gol, mas não tiveram coragem de chutar e tocaram para trás perdendo excelentes oportunidades. Além disso, os badalados meninos da vila apesar de maior posse de bola, não exigiram nenhuma grande defesa de Renan, o qual trabalhou apenas em cobranças de escanteio e tiro de meta. Portanto, passamos um segundo tempo apreensivo, mas nada que pudesse aterrorizar a torcida alviceleste.

Por fim, o Avaí precisa reavaliar as chuteiras que nossos jogadores usam, é inadmissível que tantos jogadores fiquem escorregando durante o jogo, sem ter caído um pingo de chuva. Outro ponto importante, vencemos o Santos com Neymar e Ganso, e ainda fomos o primeiro time a eliminar o alvinegro paulista de uma competição oficial em 2010. Somos agora, o primeiro time catarinense que avança na Copa Sul Americana, além de ser o primeiro time da Capital a disputar uma competição internacional.

Não perdemos um título em casa, pelo contrário, conquistamos uma vaga, vamos conquistar as Américas e este é o doce sabor da derrota!

Um abraço.

*Sandro Azevedo é advogado, sócio e torcedor do Avaí. Jogador muito amador, mas sempre leal do time Traíras. Também conhecido pelo pseudônimo Coelho, foi convidado especial para assistir (na torcida do time da casa) de corpo presente Chororo 1 x 7 tricolor, uma noite inesquecível.


Obs: O artigo não reflete, necessariamente, a opinião do Blog da Chuleta Avaiana.

2 comentários:

Sergio disse...

Mais uma vez o Avai pecou na finalizaçao, quando finalizou o goleiro Rafael fez milagres. Nao fosse isso mais uma vez teria goleado o time mais tecnico do Brasil. Falei goleado, sim, goleado. Em Sampa o Avai fez 4, mais o juiz so anotou 3, tudo bem.
Time de guerreiros, fora Renan que nao voltou bem, o resto se comportou bem. E o Avai FC de SC batendo Records atras do outro, records que so nos deixa feliz. Orgulhe-se torcedor Avaiano, esse é o teu time!

AZEVEDO disse...

está correto Sérgio,

Até acho que não podemos reclamar da arbitragem, teve um penâlti no Neymar em sampa que ele não marcou..contra o "timão", teve um tb não marcado...acho que são erros que acontecem, olha, já trabalhei na arbitragem, sei na pele como é difícil apitar um jogo...