segunda-feira, 13 de dezembro de 2010

Categoria de Base é o Futuro

Por: Jair "Jajá" Alcides dos Santos*
Bom dia, torcedor avaiano.
Estou impressionado com os resultados obtidos pela equipe avaiana na “SC Cup”, edição 2010 (sub-16). A competição mencionada conta com a participação de equipes de todo o Brasil. Na chave do AVAÍ tínhamos Bahia, Juventude, Guarani e Porto Alegre. Já na estréia perdemos para a equipe do Porto Alegre por 2 x 1, em seguida fomos massacrados pelo Juventude (RS) - 5 x 1, na terceira rodada fomos vítimas do Bahia – 3 x 1, e fechamos nossa participação, de maneira melancólica, com um empate em um gol com a equipe do Guarani. Iniciamos, também, nossa participação no campeonato brasileiro sub-20, diante da equipe do Fluminense, e mais uma derrota, desta vez pelo placar de 4 x 1. No sábado, a derrota foi para a equipe do Coritiba, 3 x 1. Os dirigentes do AVAÍ precisam, urgentemente, identificar o que está acontecendo, pois as categorias de base são o futuro do clube. Vamos ficar de olho!!!
Como já mencionei no último post, as mudanças já começaram no AVAÍ. Moisés Cândido, o homem forte do futebol, trocou a Ressacada pela Arena Joinville. Em seu lugar foi contratado o ex-jogador de futebol, Mauro Galvão. A parceria ainda está indefinida, mas pelo rumo dos acontecimentos, em breve deve ser anunciado o rompimento do contrato.  Contrato esse, que segundo o diretor da LA Sports, sempre foi verbal e na amizade com o presidente Zunino. Sei que tudo na vida tem um início, meio e fim, mas particularmente gostaria que essa parceria fosse mais duradoura, pois apesar dos problemas vividos no ano em curso, foi vitoriosa. Foram dois títulos catarinenses, acesso e a manutenção na elite do futebol brasileiro. Espero que essas mudanças, que estão acontecendo no comando do futebol do clube, sejam para tornar o AVAÍ mais forte, organizado e vencedor!
Vamos falar agora da história dos Campeonatos Catarinenses. Nosso clube do coração é o responsável pela maior goleada da história do futebol catarinense: 21 x 3 no Paula Ramos, em jogo válido pelo Campeonato Citadino de 1945. Marcaram os gols avaianos naquela partida: Sapinho (6), Saul (5), Felipinho (4), Nizeta (3), Jacinto, Agenor e Tião. Além desse feito tem também as duas maiores goleadas em jogos válidos pela final do Campeonato Catarinense. Na decisão de 1943, derrotou o América, de Joinville, por 14 x 3 e em 1945, fez 9 x 2 no Caxias, também de Joinville. É o Leão e sua história vitoriosa.
O Campeonato Brasileiro deste ano foi dramático para a nação azurra, todavia não podemos deixar de destacar duas marcadas alcançadas. Fomos responsáveis pela maior goleada da competição – 6 x 1 sobre o Prudente, e pelo gol mais rápido, anotado por Patric, aos 15 segundos, diante da equipe do Internacional. Segundo as estatísticas apresentadas pelo site da UOL, tivemos também o volante Bruno Silva com maior média de desarmes (24). Como destaque negativo, fomos uma das equipes que mais recebeu cartões vermelhos (10) e ficamos muito próximos do rebaixamento. O importante, no final da história, é que estamos na Série A de 2011. “Vamo, vamo, AVAÍ”!!!
Como tenho leitores também do Estado de Goiás, quero deixar aqui meus cumprimentos. Ainda que o título da Copa Sul-Americana não tenha vindo, a equipe foi guerreira, por isso penso que merecia melhor sorte. Aliás, o time tem grandes jogadores como os atacantes Rafael Moura e Otacílio Neto e gostaria de assisti-los jogando no nosso time do coração. Espero que a segunda divisão seja uma passagem rápida na história da equipe goiana e o acesso seja alcançado já em 2011.
O site do AVAÍ está convidando seus torcedores a contribuírem com próxima edição da revista. Quem tiver interesse pode participar das seções “Avaianos de Berço” e “Avaianos pelo Mundo”, o torcedor deve encaminhar sua fotografia para o email revistadoavai@avai.com.br. No email, além da foto, devem constar as seguintes informações: Avaianos de Berço” - nome completo, data do nascimento e local e “Avaianos pelo Mundo” nome das pessoas que aparecem na foto e local onde foi registrada. Vamos participar e deixar o periódico mais bonito!
Chuleteiros e amigos leitores, por hoje é só, mas não se preocupem, na próxima semana voltaremos com mais informações e novidades do nosso time do coração.
*Jair Alcides dos Santos, vulgo Jajá, é torcedor e sócio do Avaí Futebol Clube. Membro da Associação de Amigos da Chuleta Avaiana, onde ocupa também a função de tesoureiro, Jajá é largo como Oswald de Souza: acerta tudo que é palpite e leva tudo que é prêmio de rifa e promoção onde deixa seu nome

Um comentário:

Sergio Junior disse...

Jaja, se a categoria de base é o futuro, nosso futuro nao é nada animador. Sem raça, vergonha na cara e organizaçao nao chegaremos a lugar nenhum. A coisa ja começa mau na base e termina a em cima com varios jogadores no DM e outros que fizeram corpo mole ainda com contrato com Avai. Ta feio!