segunda-feira, 14 de maio de 2012

A conquista merecida !

O Avaí escreveu mais uma linda página da sua história. O que até a metade da competição parecia algo distante, se transformou em algo real numa velocidade que surpreendeu a todos, especialmente, o nosso maior rival. Enquanto o Leão urrava alto na ascendente, o oponente, pretensioso, menosprezada a força azurra, resultado, sucumbiu com sua soberba.

Agora ficará escrito em todos os livros de história que em 2012 o Avaí ultrapassa seu maior rival em títulos estaduais e chega a sua 16ª taça. Mais do que isso, com duas vitórias, Ressacada e Scarpelli, e por um placar de 5 x 1, na soma dos dois jogos. A alegria dos avaianos é imensurável. 

O jogo começou do jeito que a torcida do Leão gostaria, o Avaí tocando a bola e deixando o tempo passar, tentando jogar no erro do adversário. Nosso adversário, nervoso e pressionado, errava passes que possibilitaram ao Leão boas chances de gol ainda na primeira etapa. Apenas próximo dos 20 minutos foi que os donos da casa chegaram com perigo. O meia Roni fez bela jogada e cruzou rasteiro, mas o ataque não conseguiu chegar na bola. E assim, na primeira etapa, o jogo terminou como começou, sem gols.

Precisando vencer, na segunda etapa, o treinador adversário promoveu a entrada do garoto Deretti e sacou o nervoso Túlio. O time até melhorou um pouco, mas não suficiente para promover uma reação no jogo.  Aos 13 minutos, o zagueiro atabalhoado Canuto fez falta dentro da área no jogador Felipe Alves, pênalti para o Avaí. Cleber Santana cobrou com categoria e fez o primeiro gol azurra na partida. 

O gol foi uma ducha de água fria na torcida do time do estreito, que começou a deixar o estádio. Aos 23 minutos, em uma bela jogada de Laécio "Carreirinha" o Avaí amplia a vantagem e faz 2 x 0. Neste momento o título já estava mais do que assegurado, mas no apagar das luzes o time da casa conseguiu marcar seu gol de honra, com Deretti. Vamos comemorar, vamos aproveitar esse momento, nos merecemos. "Vamo, vamo, Avaeee"!

Ficha técnica

ALEM DAS PONTES (1)  Wilson; Pablo, Canuto, Fred, Guilherme Santos; Ygor, Túlio (Deretti), Luiz Fernando (Toró), Fernandes; Roni e Julio Cesar. Técnico: Branco 

AVAÍ (2)  Diego; Patric, Renato Santos, Leandro Silva, Pirão; Bruno, Mika, Cleber Santana, Robinho (Diogo Orlando); Felipe Alves (Laercio) e Nunes (Ronaldo Capixaba). Técnico: Hemerson Maria 

Gols: Cleber Santana (A), aos 15, Laércio (A), aos 26, Deretti (F), aos 41 minutos do 2º tempo 

Amarelos: Luiz Fernando, Guilherme Santos, Roni (F), Bruno, Mika (A) 
Arbitragem: Paulo Henrique de Godoy Bezerra, auxiliado por Kleber Lúcio Gil e Nadine Schramm Câmara Bastos 
Local: Estádio Orlando Scarpelli
Público total: 17.715 
Renda: R$ 304.665,00

4 comentários:

Kátia De Paula disse...

Parabéns, campeão catarinense!

Serjão Jr disse...

É isso que a RBS dizia que era o time sensação? Bom, so for nossa sensação de ganhar um campeonato tao fácilmente.
Sinceramente, lembrou a final contra o JECA em 2010. Hehehehe

Chuleta Avaiana disse...

Grande Kátia, parabéns para nós! E um parabéns especial, também, pelo seu trabalho no blog DNAzul. Um espetáculo. Um abraço dos companheiros da Chuleta Avaiana.

Chuleta Avaiana disse...

Serjão Jr. agora é nossa vez, vamos comemorar esse título tão gostoso! Quem torceu contra, quem não acreditou tem que enfiar a viola no saco e reverenciar o Avaí! Um abraço da Chuleta Avaiana.