terça-feira, 6 de abril de 2010

Um recado bem dado!

Talvez poucas pessoas tenham percebido, até porque o público de domingo, na Ressacada, não foi nada de excepcional. Mas, o público anunciado, de 6.333 torcedores, foi o melhor na Ressacada, em jogos do Avaí pelo Campeonato Catarinense, este ano.

Na afirmação acima, não está computado o público do clássico, de 9.010 torcedores. Mas, clássico é clássico, e vice-versa. O clássico entre Avaí e Bgueira, é um campeonato dentro do próprio Catarinense.

Mas, a razão da afirmação inicial, não diz respeito apenas ao público total, o público absoluto. Ela aborda o que foi vendido de ingresso, e neste ponto, 1.130 ingressos foram vendidos, contra 716 dos oito jogos anteriores. Isso mesmo: em oito jogos do Avaí pelo Catarinense, foram vendidos míseros 716 ingressos...

Desde o início do Catarinense, tem-se uma constatação: o número de torcedores não é maior que o campeonato do ano passado, mesmo que a equipe avaiana esteja brigando pelo bicampeonato, mesmo tendo feito uma belíssima campanha na Série A e tendo classificado às Copas do Brasil e Sul-Americana.

Voltando à venda de ingressos, o Gerente de Gestão Administrativa do Avaí, Luciano Corrêa, confirmou o súbito crescimento na venda de ingressos, bem como salientou que, mais de 500 ingressos vendidos, foram para crianças.

A conclusão é lógica e evidente: com ingressos mais baratos, o clube ganha na presença de torcedores, que será sempre maior, como ganha na arrecadação, porque a maior quantidade de torcedores pagando menos, acaba superando a menor quantidade deles, pagando mais...

Na arrecadação, pela primeira vez o Avaí ultrapassou a casa dos três dígitos. A renda bruta foi de R$ 102.895,00. Sem contar o clássico, que foi de R$ 234.570,00, a maior renda havia sido em Avaí x Imbituba, com R$ 36.140,00, e a menor, no jogo Avaí x Metropolitano, com R$ 16.990,00.

A iniciativa do Avaí, em baixar o preço do ingresso, como sendo uma promoção de Páscoa, foi válida. Mas, há que se fazer uma análise mais profunda, porque a resposta da torcida veio de imediato.

Confira agora, rodada a rodada, adversário, público total, total de sócios, ingressos vendidos e a arrecadação bruta do Avaí, neste Campeonato Catarinense:


tabela_chuleta

7 comentários:

Anônimo disse...

Cuidado que os números enganam.

Se o borderô no jogo do Imbituba fosse de 15 reais como foi com o jogo do Ibirama a receita neste bordero seria de 96.420,00 reais.

Para 102.895,00 reais do jogo contra o Ibirama foi um acréscimo de apenas 6.475,00 reais, desconsiderando que por conta destes valores, nos mesmo dois jogos, a despesa aumentou de 8.490,00 reais.

Fonte: Borderôs dos jogos contra Imbituba e Ibirima divulgados pela FCF

Felipe Koerich disse...

Opa, tenho observado muitos blogs comentando sobre essa renda do Avaí e fui olhar a súmula...

Como a diferença na renda é muito grande desconfiei, conferi na súmula e constatei que a renda subiu pq nos dois últimos jogos na Ressacada, (clássico e Ibirama) o valor atribuído para cada sócio foi de R$15,00. Anteriormente era de R$5,00.

Claro que mesmo assim concordo que o ingresso deve ser mais barato, no entanto quem faz a diferença são os sócios, e a mensalidade que é muito cara tira mais público do que o ingresso caro.

André disse...

Independente de terem cobrado R$5 ou R$15 por sócio (que estranho!), o número de pagantes é o que impressiona.
Claro que os sócios são o carro chefe e a garantia do clube.
Mas, ter torcedor comprando ingresso, como no último jogo, fazia tempo que não se via.
Parabéns pela abordagem do tema!
A. Hahn Buck

Anônimo disse...

Sou favorável que os preços sejam um pouco maiores que 2009 e menores que 2010, isso inclui valor/sócio.
O maior colaborador não é o cara que compra o ingresso para ver um único jogo e sim aquele que paga mensalmente.
ano passado era 75 no setor D, então poderia ser 80 ou até 85, esse ano, da mesma forma proporcional para os outros setores.

Fábio

Chuleta Avaiana disse...

Anônimo e Felipe!
Fizemos um contato com o Luciano Corrêa, que estav em viagem para o TJD.
Quando soubermos a razão da mudança de R$5 para R$15, divulgaremos.
Mesmo assim, o público pagante foi o maior de toos.
Abraços!
Chuleta Avaiana

Chuleta Avaiana disse...

Obrigado, André!
Claro que o clube depende mais dos sócios.
Mas, este ano, o Avaí "perdeu a mão"...
Abraços!
Chuleta Avaiana

Chuleta Avaiana disse...

Fábio!
Tens toda a razão.
O problema é que importaram ese pessoal do Paraná e até agora só saiu "lambança"...
Se tivessem feito um aumento gradativo, também seria interessante.
Mas, preferiram enfiar o "pá na jaca"...
Abraços!
Chuleta Avaiana