segunda-feira, 11 de abril de 2011

O que mudou ?

Por: Jair "Jajá" Alcides dos Santos

Bom dia, torcedor avaiano.


Nosso Leão jogou pela oitava rodada do catarinense com uma nova formação tática, e ao que se pode perceber, a nova configuração tornou nossa meia cancha mais robusta. Parece que Silas estava errado e torcedores e jogadores corretos. Com apenas treze minutos a equipe azurra já vencia por um a zero, sem contar duas boas chances de gols desperdiçadas. O problema foi que em um erro da arbitragem, sofremos o gol de empate no final do primeiro tempo. No segundo tempo, a equipe voltou desligada e muito diferente daquela que iniciou a partida. Por muito pouco não saímos de Itajaí derrotados.
O que mudou? Na minha opinião muito pouco, Maquinhos, apesar do gol salvador ao final da segunda etapa, segue devendo. A equipe continua dando muitos chutões diretos da defesa para o ataque. Minha esperança é que na próxima partida Estrada já esteja a disposição para ajudar o Avaí, pela Copa do Brasil, no meio de semana.
Nosso grande teste será o jogo diante do Botafogo, até porque, dada a fragilidade da equipe do Marcílio Dias, que até então, lutava contra o rebaixado, não é uma boa referência para julgar o nova postura do time. De qualquer forma, somamos três pontos e continuamos configurando entre os quatro melhores do returno.
Não sei o porquê, meus caros leitores, mas estou com um sentimento de que teremos mais um clássico nas semifinais, e vamos fazer um crime no Além das Pontes. Seria uma bela forma de amenizar um campeonato tão fraco e o sofrimento da torcida. Quem viver verá! Como bom avaiano vou me permitir sonhar, pois do jeito que a equipe está jogando, só sonhando mesmo! "Vamo, vamo, Avaí!"
Como abordamos na última postagem, depois de resolvido o problema da constituição da Liga, os clubes começaram a discutir o nome que a Liga Santa Catarina de Desportos Terrestres (LSCDT) dava à sua competição principal, tratando-a como “Estadual”, quando, na verdade, todos sabiam que a dita competição se realizava, apenas, com a participação de clubes da Capital catarinense.
Os maiores protestos vinham, principalmente, dos times do interior, que insistiam em dizer que os certames, até ali, não passavam de campeonatos e torneios citadinos. Defendendo-se e justificando, a Liga explicava que a entidade estava aberta a todos e que o interior poderia disputar os campeonatos oficiais na hora que assim entendessem, bastava filiar-se a entidade.
Considerando os prós e contras, a Entidade sustentou seu argumento e manteve o campeonato intitulado Estadual, independente da procedência dos clubes, ainda que permanecendo, somente equipes da Capital até o ano de 1926. Nesse mesmo ano, vale lembrar, nosso time do coração chegou ao seu segundo título, e o mais gostoso, o vice-campeão foi o time do Além das Pontes.
Amigos leitores, por hoje é só, semana que vem voltaremos com mais informações do nosso Leão.

2 comentários:

Dinho disse...

Belo texto Jajá! E lembrando o cantor Léo jaime...

" Ou Ou Ou Nada Mudou!!!"

Mas, como bom Avaiano, e por saber que nosso Avaí "faz côsa", também ecredito que podemos sim vencer o time do Estreito, lá na casa deles.
É nessas horas que o Leão ruge alto!

Chuleta Avaiana disse...

Boa Dinho, quem sabe essa não pode ser a próxima postagem musical. Quanto acreditar, isso não vou deixar de fazer nunca, principalmente por saber que nosso time do coração "faz coisa"!!! Um abraço da Chuleta Avaiana.