sábado, 16 de abril de 2011

PAZ, levante esta bandeira - Parte II

Aproveitando os atos de paz praticados pelos moradores do bairro carioca, é que nos espelhamos para tentar acabar com a violência nos estádios de futebol em Santa Catarina. Nestes momentos é que percebemos como somos pequenos e incompletos, pois num momento de extrema revolta, em virtude da morte de alguns anjos, algumas pessoas resolvem dar ênfase a paz.

Por outro lado, em alguns estádios do futebol catarinense, pelo simples fato de uma pessoa optar em torcer por um clube adversário, acaba sendo vítima de atos violentos. A violência atinge a todos de maneira indiscriminada, sejam adultos, idosos, crianças ou mulheres. Infelizmente, nosso querido Avaí tem sido o que mais se envolve neste tipo de ocorrência nos últimos anos. Nosso propósito com essa postagem é começar a mudar este cenário, sob pena de toda nação avaiana sofrer as consequências destes vândalos.

No último clássico, na Ressacada, presenciamos o apedrejamento de crianças. No campo do além das pontes não tem sido diferente nos confrontos entre os times da Capital, a única diferença é o destaque dado pela mídia. Da mesma forma, em Joinville, já presenciamos inúmeros atos de violência, inclusive com emboscadas aos torcedores avaianos. No último jogo do JEC, um torcedor foi detido por entrar no estádio portando uma tesoura. Logo, o mal está em todo lugar e cabe as pessoas de bem decepá-lo, antes que se espalhe.

É inadmissível que pessoas ditas racionais, sejam obrigadas a assistir jogos enclausuradas em setores específicos, tudo por culpa de meia dúzia de marginais que agem nos estádio de futebol travestidos de torcedores. A Copa do Mundo está chegando ao Brasil, devemos ter a consciência que futebol é um lazer e não um meio para descontar as frustrações em terceiros.

Quem sabe um dia, poderemos ter um clássico na Capital com as torcidas unidas e sem qualquer incidente registrado. Não é um sonho impossível, só depende de nós!

2 comentários:

Dinho 音楽、愛、平和と信仰 disse...

Sempre que passo pelo bairro estreito (e o engraçado é que é bem perto dos estádio do além pontes), uma frase pixada num muro me chama a atenção, e diz o seguinte: "Mais Amor Por favor!" Creio que onde há amorm há paz, onde há paz, a união e tranquilidade. É óbvio que é uma utopia um dia unir as duas torcidas "rivais", porém no dia em que nós torcedores conseguirmos ter esse amor, essa paz, essa tranquilidade virá. Tudo é questão de conscientização, e tem que partir de cada um, para então se propagar aos outros. Na minha opinião, infelizmente, nossa mídia (TV, Jornais...) tem grande culpa nesses atos de violência entre torcidas, pois sempre estão a criar polêmicas entre os times, colocando assim torcida contra torcida, mesmo que neguem isso piamente, mas, a realidade dos fatos não mente... Não estou dando uma desculpa pelos atos violentos cometidos tanto na Ressacada quanto no Scarpelli, os dois foram uma covardia pura, mas, que ao meu ver, a mídia tambpem tem sua culpa, isso tem!

"Mais Amor Por favor!"

Chuleta Avaiana disse...

Belo comentário, Dinho! Um abraço da Chuleta Avaiana.